[Resenha] O Manuscrito @editoraarqueiro


Não existe no mundo uma única pessoa que possa comprovar tudo o que está nestas páginas. Mas há uma pessoa que pode chegar perto disso. Há outras pessoas que poderiam, se devidamente motivadas, confirmar certos fatos. Talvez este livro seja a motivação para essas testemunhas, um impulso para revelarem suas verdades, para comprovarem esta história. Mas o autor não é uma dessas possíveis testemunhas. Porque, se o que você está lendo for um livro concluído, impresso, encadernado e distribuído para o mundo, é quase certo que eu já esteja morto.




O Manuscrito
Chris Pavone
Ano: 2015
Páginas: 336
Editora: Arqueiro







Primeiro contato com a escrita do Chris Pavone e não poderia ter sido melhor! Que enredo mais envolvente e inteligente!

Com essa sinopse, o leitor mergulha praticamente às cegas na trama. O autor criou um enredo bem trincado e sem pontas soltas. O leitor só pode agradecer no final, rsrs.

Isabel Reed é uma agente literária que já teve dias melhores em sua vida profissional e pessoal também. Perdeu o filho de forma trágica e logo após o marido pediu o divórcio por não suportar a sua forma de vivenciar o luto. Em meios a busca de voltar ao seu ápice profissional, Isabel recebe, de forma misteriosa, um manuscrito contendo uma biografia não autorizada de Charlie Wolfe, contendo revelações bombásticas da Wolfe Worldwide Media e da sua vida privada.

Mas como provar as revelações do manuscrito, se a obra foi escrita por um anônimo que não responde aos e-mails enviados por Isabel? Diante da grande chance de sua vida profissional, Isabel procura Jeff, um editor-amigo-eterno apaixonado para ajudá-la a publicá-lo.

A narração do enredo ocorre sob a ótica de vários personagens e com o recurso de flash backs da vida não só do autor do manuscrito e do envolvido direto - Charlie Wolfe – como dos demais personagens principais.

O ritmo do livro começou mais intenso, depois ocorreu uma queda. Em meu ponto de vista não atrapalhou, pois os acontecimentos precisavam ser explicados para o leitor e sendo assim, as descrições deram uma pequena quebra no ritmo.

Um detalhe que ainda não citei é que a obra acontece em apenas 24 horas. Isso mesmo, tudo tem que ser investigado e solucionado neste curto período de tempo.

É claro que uma biografia não autorizada contendo informações que podem abalar um dos empresários mais poderosos, colocará muita coisa em jogo. E o principal envolvido fará de tudo para que a mesma não chegue ao conhecimento do grande público, sendo essas informações verdadeiras ou não.

O final me agradou, pois apesar das dicas que o autor deixou ao longo da narrativa, alguns fatos me pegaram de surpresa e trouxeram um plus para o enredo.

O outro livro do autor, Os Impostores, ainda não li. Mas como gostei d’O Manuscrito, vou encaixá-lo na lista de futuras leituras.

Indico para todos os fãs de suspense. Um enredo diferente e volto a dizer inteligente e perspicaz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Cantinho da Gladys - 2012. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ana Zuky.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo