[Resenha] Li no Kindle: "Noite de Reis"


O Natal sempre foi uma época triste para a jovem viúva Holly Brown, por isso, quando lhe pedem para cuidar de uma casa remota nas charnecas do Lancashire, a oportunidade de se esconder é irresistível - a desculpa perfeita para esquecer as festividades.
Escultor, Jude Martland, decidiu que este ano não haverá Natal depois de o irmão ter fugido com a sua noiva, e faz questão de evitar a casa da família. No entanto, terá de voltar na Noite de Reis, quando a aldeia de Little Mumming celebra as suas festividades e toda a família é obrigada a comparecer.
Enquanto isso, Holly começa a descobrir que, se quer evitar a Natal, veio para o local errado. Quando Jude regressa inesperadamente na véspera de Natal não fica nada contente ao constatar que Holly parece estar a organizar a festa de família que ele esperava evitar.
De repente, uma tempestade de neve surge do nada e toda a aldeia fica isolada. Sem fuga possível, Holly e Jude encontram muito mais do que esperavam - parece que a quadra natalícia vai ser bastante interessante!






Noite de Reis
Twelve Days of Christmas
Trisha Ashley
Ano: 2012
Páginas: 472
Idioma: Português de Portugal
Editora: Quinta Essência





Conheci esse livro no skoob e amei esta capa, apesar de ter uma modelo – algo que não me agrada muito - mas o conjunto achei muito fofo e com essa sinopse a curiosidade aumentou.

Essa leitura foi realizada no kindle, não tenho o exemplar físico. Então não posso opinar sobre a fonte e diagramação.

Holly é uma mulher que não tem uma boa relação com as festividades do Natal. Na infância, seus avôs a criaram comemorando apenas a parte religiosa, sem o apelo comercial e consequentemente sem os presentes. Quando casou-se quis recuperar o tempo perdido e jogou-se de cabeça fazendo altas comemorações com o esposo e amigos.

Só que logo nessa data cheia de significações tão fortes para Holly, ela perde as duas pessoas mais importantes de sua vida: o esposo e logo após a avó. Qual clima a protagonista teria para celebrar algo?

Para fugir dos convites dos amigos, tomou a decisão de trabalhar com mais afinco nessa época do ano. A profissão de Holly é inusitada para nós. A mesma trabalha, além de chef de cozinha, como house-sitter, que consiste em cuidar de casas e animas de estimação quando os donos viajam em períodos de festas.

A empresa que intermedia o contato com os clientes, chamou Holly para uma aldeiazinha bem remota da Inglaterra. É nesse inóspito lugar que Holly conhece a família Martland e o enredo se desenrola de forma bem agradável para o leitor.

Temos muitos personagens, mas todos encaixam-se com a trama. Todos bem construídos e interessantes. O núcleo dos animais rende boas risadas durante a leitura.

“Noite de Reis” é uma leitura despretensiosa. É narrado de forma linear, sem altos e baixos, mas sem perder a atenção do leitor. Gostei muito de conhecer as peculiaridades das formas que os ingleses comemoram as festas de final de ano.

Uma doce leitura para acalentar os corações em qualquer época do ano.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Cantinho da Gladys - 2012. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ana Zuky.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo