Li no Kindle #44 "As Joias de Manhattan" @BertrandBrasil

Como todos os planos malucos, este foi planejado em um guardanapo de papel.
1. Roubar joias fabulosas
2. Vender as joias por milhões
3. Viver feliz para sempre
Era um plano brilhante e parecia tão simples... depois de ter tomado vários coquetéis.
Não era tão simples assim... se nunca roubou nada antes e se namora um policial.
As três irmãs Jewel, Amber, Sapphire e Em, foram para Nova Iorque em busca da vida perfeita.
Mas precisam roubar seu sonho? Ou vão conseguir resistir à tentação?
Um conto romântico, maravilhoso e cintilante para quem já sonhou em ter uma vida mais brilhante.




As Joias de Manhattan
É possível roubar a vida perfeita?
Carmen Reid
Ano: 2012
Páginas: 350
Editora: Bertrand Brasil








Oie pessoal, tudo bem?

Quantas vezes não lemos um livro por causa da capa? Nós leitores temos essa mania, não é mesmo? Com “As Joias de Manhattan” foi assim, rs. Achei essa capa muito fofinha e imaginei que a trama seria um romance água com açúcar. Será que acertei?
Leia Mais ► ► ►

Resenha #62 "Um Verão Perfeito" @LuanneRice

Bay McCabe sabia que o marido, Sean, não lhe era fiel, mas nunca imaginara que fosse um homem de vida dupla. Quando a polícia o encontrou morto em seu carro, no fundo do rio, com nítidas características de assassinato, Bay sufocou o sofrimento em nome dos filhos. Sufocou também o ódio que passou a sentir pelo homem a quem amara tão incondicionalmente. Em nome de sua paz - e para se ver livre de perguntas alheias - ela se fechou em um mundo muito particular. Fechou também o coração para o amor. Mas com a primavera vieram novos acontecimentos e, com o verão, um inesperado reencontro...


 



Um Verão Perfeito
Luanne Rice
Ano: 2007
Páginas: 368
Editora: Arx



Oie pessoal, tudo bem?

No ano passado após ter lido "O Verão das Rosas", que amei diga-se de passagem, peguei o outro livro que tenho da Luanne Rice e resolvi lê-lo, curiosos para saber minha opinião?

Leia Mais ► ► ►

Resenha #61 "Confissões de Inverno" @editoraarqueiro

À medida que sua família se desintegra, Aidan Donovan, um adolescente de 16 anos, procura consolo em estimulantes químicos, no estoque de bebidas do pai e nas atenções do padre Greg, o único adulto que realmente o escuta.
O Natal chega e seu mundo entra em colapso quando ele reconhece o lado obscuro do afeto que o padre Greg lhe dedica. Enquanto tenta dar sentido à própria vida, Aidan conta com o apoio de um grupo de amigos desajustados: Josie, a garota por quem se apaixona; a rebelde e espontânea Sophie; e Mark, o carismático capitão da equipe de natação.
Confissões de inverno mostra as formas pelas quais o amor pode ser usado como uma arma contra a inocência – mas também pode, nas mãos certas, restaurar a esperança e até a fé.
O corajoso romance de estreia de Brendan Kiely expõe o mal que os segredos mais profundos que guardamos podem causar e prova que a verdade liberta e abre caminho para o amor.



 
Confissões de Inverno
Brendan Kiely
Ano: 2015
Páginas: 224
Editora: Arqueiro






Oie pessoal, tudo bem?

A resenha de hoje é de um livro que aborda um tema muito polêmico e chocante. É impossível lê-lo e não sentir náuseas e revolta com tanta atrocidade...

Leia Mais ► ► ►

Aviso



Oie galerinha!

Há alguns dias percebi que o número de seguidores diminuiu, mas com a correria de início de ano, mais os dias que fiquei sem internet, acabei, por fim, não postando um comunicado importante para vocês:
Leia Mais ► ► ►

[Saindo do Forno] Divulgação Janeiro/16 - Editora Arqueiro (@editoraarqueiro)


Oie pessoal!

Vamos conferir os lançamentos do mês da Editora Arqueiro?

Leia Mais ► ► ►

[Saindo do Forno] Divulgação Janeiro/16 - Editora @sextante



Oie pessoal!

Vamos conferir os lançamentos do mês da Editora Sextante?

Leia Mais ► ► ►

[Cositas] Meta de Leitura Skoob - atualização

Oie pessoal, todos bem?

Quem acompanha o blog já leu, aqui, sobre minha meta pessoal no skoob. Será que a missão foi realizada?  
Leia Mais ► ► ►

Pra começar a semana bem...

Leia Mais ► ► ►

Resenha #60 "Quando Saturno Voltar" @GloboLivros

Conta história envolvente e divertida sobre aceitar mudanças inesperadas e seguir em busca da felicidade. Em seu novo romance, Laura Conrado conta a história de Déborah Zolini, uma jornalista sonhadora e fã de Pablo Neruda que trabalha como assessora de imprensa de um clube de futebol da segunda divisão e namora o médico Sérgio há quatro anos. Ela faz planos de construir uma vida a dois, arrumar um emprego melhor e correr atrás de desejos que ainda não realizou. Só que a vida, ou as estrelas, guardam surpresas para Déborah. Em uma viagem ao Chile, ela encontra uma mulher misteriosa que lhe fala sobre o retorno de Saturno. O planeta, que leva, em média, 29 anos para dar uma volta no sistema solar, voltará à posição em que se encontrava quando a jornalista nasceu. Para quem acredita em astrologia, esse é momento em que as pessoas passam por várias mudanças, que vão prepará-las para encarar o resto de sua vida. Déborah não leva a moça muito a sério, mas pede às estrelas que a ajudem a realizar seus desejos. No entanto, no voo de volta ao Brasil, um encontro inesperado começa a abalar a vida aparentemente certinha da protagonista. Aos poucos, Déborah começa a notar que seu namoro anda meio morno, a falta de reconhecimento no trabalho a incomoda. Ela começa a admitir que não está gostando do rumo que as coisas estão tomando. Será a hora de partir para novos desafios? Trocar aquele relacionamento confortável pelo frio na barriga? Sair de vez da zona de conforto e ver o que acontece?





Quando Saturno Voltar
Laura Conrado
Ano: 2015
Páginas: 248
Editora: Globo Livros








 Oie galerinha!

Quando a Globo Livros me procurou com a proposta de resenhar este livro, fui pesquisar um pouco mais sobre o mesmo. Na época só tinha uma resenha no skoob e bem favorável. Querem saber a minha opinião após a leitura? Vamos lá!

Leia Mais ► ► ►

Resenha #59 "As Espiãs do Dia D" @editoraarqueiro


Segunda Guerra Mundial. Na fúria expansionista do Terceiro Reich, a França é tomada pelas tropas de Hitler. Os alemães ignoram quando e onde, mas estão cientes de que as forças aliadas planejam libertar a Europa. Para a oficial inglesa Felicity Clairet, nunca houve tanto em jogo. Ela sabe que a capacidade de Hitler repelir um ataque depende de suas linhas de comunicação. Assim, a dias da invasão pelos Aliados, não há meta mais importante que inutilizar a maior central telefônica da Europa, alojada num palácio na cidade de Sainte-Cécile. Porém, além de altamente vigiado, esse ponto estratégico é à prova de bombardeios. Quando Felicity e o marido, um dos líderes da Resistência francesa, tentam um ataque direto, Michel é baleado e seu grupo, dizimado.
Abalada pelas baixas sofridas e com sua credibilidade posta em questão por seus superiores, a oficial recebe uma última chance. Ela tem nove dias para formar uma equipe de mulheres e entrar no palácio sob o disfarce de faxineiras. Arriscando a vida para salvar milhões de pessoas, a equipe Jackdaws tentará explodir a fortaleza e aniquilar qualquer chance de comunicação alemã – mesmo sabendo que o inimigo pode estar à sua espera. As espiãs do Dia D é um thriller de ritmo cinematográfico inspirado na vida real. Lançado originalmente como Jackdaws, traz os personagens marcantes e a narrativa detalhada de Ken Follett.






As Espiãs do Dia D
Ken Follet
Ano: 2015
Páginas: 448
Editora: Arqueiro






Oie pessoal, tudo bem?

Estava muito curiosa em conhecer a escrita do Ken Follet. Sempre li muitos elogios e apesar de ter algumas de suas obras na estante e, também, no kindle, ainda não tinha tirado um momento para lê-las. Quando vi que o livro “As Espiãs do Dia D” abordariam o envolvimento das mulheres na guerra, não pensei 2 vezes e o li em alguns dias.

Leia Mais ► ► ►

Li no Kindle #43 "Amor de Redenção" @Verus_Editora @FrancineRivers

Nesta versão da história bíblica de Oseias, Francine Rivers conta o romance entre uma prostituta e o honesto e gentil agricultor que se casa com ela. 'Amor de redenção' começa com a Corrida do Ouro de 1850 e sua atmosfera de dura competitividade e ganância. Angel, vendida como prostituta quando criança, aprendeu a desconfiar de todos os homens, que a veem apenas como uma forma de satisfazer seus desejos. Quando o virtuoso Michael Hosea recebe de Deus a ordem de se casar com Angel, ele obedece, apesar de seus receios.








Amor de Redenção 
Francine Rivers
Ano: 2010 
Páginas: 460
Editora: Verus





Conheci este livro fuçando o skoob, já comentei que volta e meia estou olhando as coisas, leia-se livros (risos), por lá e a sua classificação chamou minha atenção. A nota máxima é 5 estrelas e a trama tem 4,7 estrelas. É ou não é para ficar curiosa?

Leia Mais ► ► ►

Resumo Outubro a Dezembro/15



Oie galerinha!

Vamos conhecer as leituras de outubro a dezembro de 2015?

Leia Mais ► ► ►

Resenha #58 "Uma Garrafa no Mar de Gaza" @editoraseguinte

Um homem-bomba se explodiu dentro de um café em Jerusalém. Seis corpos foram encontrados. Uma garota, que se casaria naquele dia, morreu junto com o pai "algumas horas antes de vestir seu lindo vestido branco". E Tal não consegue parar de pensar em tudo isso.
Tal é uma israelense que, como toda garota de dezessete anos, vive suas primeiras experiências - o primeiro grande amor, as primeiras escolhas profissionais e também o primeiro atentado. Depois de vivenciar esse momento trágico, ela escreve uma carta a um palestino imaginário, coloca em uma garrafa e pede ao irmão, que presta o serviço militar perto de Gaza, para lançá-la ao mar. Algumas semanas depois, recebe a resposta de um certo "Gazaman"...



Uma Garrafa no Mar de Gaza
Valérie Zenatti
Ano: 2012
Páginas: 128
Editora: Seguinte
 







Oie pessoal!
Leia Mais ► ► ►

Pra começar a semana bem...




Leia Mais ► ► ►

Resenha #57 "O verão das rosas" @LuanneRice

Mara Jameson teve uma vida marcada pela perda precoce dos pais, mas foi recompensada pelo destino ao ser criada por sua carinhosa e forte avô, Maeve. Tornou-se uma linda e talentosa mulher, que, apaixonada, casou-se com o enigmático Edward Hunter, o que marcou para sempre sua história. Grávida, Mara precisou fugir para garantir sua sobrevivência e encontrou no simpático vilarejo de Cape Hawk uma nova vida, a começar por um novo nome - Lily Malone. Lá, nasceu sua filhinha, a delicada Rose, e ela encontrou mulheres tão corajosas quanto ela e a possibilidade de um amor verdadeiro, o oceanógrafo Liam. Nove anos depois, quando a vida de sua avô está em risco, ela retorna à sua cidade natal e vai confrontar seus piores medos do passado. O que Lily não sabe é que os poderes do amor e da amizade são capazes de superar o mal. 









O Verão das Rosas
Luanne Rice
Ano: 2008
Páginas: 336
Editora: Arx




Oi pessoal, tudo bem?
Leia Mais ► ► ►

Li no Kindle #42 "Uma Pitada de Amor" @editorarecord


Uma aspirante a cozinheira em um programa de TV. Um jurado muito atraente. Um amor proibido.
Quando Zoe Harper conquista uma cobiçada vaga em um reality show de culinária, ela mal pode esperar para pôr suas habilidades à prova. Sua principal motivação é o prêmio em dinheiro: um valor que certamente a ajudaria a abrir sua tão sonhada delicatéssen.
No entanto, ela logo percebe que a competição vai muito além da cozinha. Cher, outra concorrente, está disposta a tudo para ganhar, incluindo jogar seu charme para cima dos jurados. E as coisas se complicam ainda mais quando Zoe percebe que está se apaixonando por um deles: o incrivelmente sexy Gideon Irving. Com tudo o que está em risco, os dois têm muito a perder caso se envolvam, algo que parece cada vez mais inevitável.
De repente, Zoe percebe que há mais em jogo do que apenas canapés, cupcakes e técnicas de corte. Uma pitada de amor é um livro engraçado e doce na medida certa.
• Uma pitada de amor foi vencedor do prêmio de melhor romance contemporâneo da Romantic Novelists’ Association, instituição inglesa que tem por objetivo promover a ficção romântica.
• Da autora, a Editora Record já publicou Amor nas entrelinhas.
• Para fãs de chick-lit e reality shows de culinária. Este tipo de programa de TV vem se tornando cada vez mais popular no Brasil e no mundo, como Masterchef, Top Chef, Hell’s Kitchen, Cake Boss, Cozinha Sob Pressão, Cozinheiros em Ação.


 



Uma Pitada de Amor
Katie Fforde
Ano: 2015
Páginas: 400
Editora: Record







 
Oie pessoal, tudo bem?
Leia Mais ► ► ►

Resenha #56 "Luz na Neve" @edicoesASA

Um admirável romance sobre o amor e a memória, pela aclamada autora de A Praia do Destino.
Os acontecimentos daquela tarde de Dezembro, na qual, juntamente com o pai, encontrou um bebê abandonado na neve, mudarão para sempre a percepção que essa menina de 11 anos tem sobre o mundo e os adultos que a rodeiam. O pai passou por grandes tormentos para se afastar da sociedade, de modo a ultrapassar uma tragédia insuportável. A agora jovem mulher tem de viver com as consequências das terríveis escolhas que fez. E há um detective cuja inteligência é apenas ultrapassada pelo seu sentido de justiça. Escrito sob o ponto de vista de Nicky, agora com 30 anos, que sempre recorda as vívidas imagens daquela fatídica tarde de Dezembro, Luz na Neve é uma história de amor e coragem, de tragédia e redenção, um romance que nos fala das formas que o coração humano sempre encontra para se poder curar.


Luz na Neve
Anita Shreve
Ano: 2005
Páginas: 236
Idioma: Português de Portugal
Editora: Edições ASA

 
Oie pessoal, tudo bem?
Leia Mais ► ► ►

Li no Kindle #41 "Neve na Primavera" @Novo_Conceito

Seattle, 1933. Vera Ray dá um beijo no pequeno Daniel e, mesmo contrariada, sai para trabalhar. Ela odeia o turno da noite, mas o emprego de camareira no hotel garante o sustento de seu filho.
Na manhã seguinte, o dia 2 de maio, uma nevasca desaba sobre a cidade.
Vera se apressa para chegar em casa antes de Daniel acordar, mas encontra vazia a cama do menino. O ursinho de pelúcia está jogado na rua, esquecido sobre a neve.
Na Seattle do nosso tempo, a repórter Claire Aldridge é despertada por uma tempestade de neve fora de época. O dia é 2 de maio. Designada para escrever sobre esse fenômeno, que acontece pela segunda vez em setenta anos,
Claire se interessa pelo caso do desaparecimento de Daniel Ray, que permanece sem solução, e promete a si mesma chegar à verdade. Ela descobrirá, também, que está mais próxima de Vera do que imaginava.


 


Neve na Primavera
Sarah Jio
Ano: 2015
Páginas: 336
Editora: Novo Conceito






Oie galerinha, todos bem?
Leia Mais ► ► ►

Pra começar a semana bem...



Leia Mais ► ► ►

Resenha #58 "Doce Perdão" @Verus_Editora @lnelsonspielman

Hannah Farr é uma personalidade de New Orleans. Apresentadora de TV, seu programa diário é adorado por milhares de fãs, e há dois anos ela namora o prefeito da cidade, Michael Payne. Mas sua vida, que parece tão certa, está prestes a ser abalada por duas pequenas pedras... As Pedras do Perdão viraram mania no país inteiro. O conceito é simples: envie duas pedras para alguém que você ofendeu ou maltratou. Se a pessoa lhe devolver uma delas, significa que você foi perdoado. Inofensivas no início, as Pedras do Perdão vão forçar Hannah a mergulhar de volta ao passado - o mesmo que ela cuidadosamente enterrou -, e todas as certezas de sua vida virão abaixo. Agora ela vai precisar ser forte para consertar os erros que cometeu, ou arriscar perder qualquer vislumbre de uma vida autêntica para sempre. Após o sucesso mundial de A lista de Brett, Lori Nelson Spielman retorna com este romance terno e esperto sobre nossas fraquezas tão humanas e a coragem necessária para perdoá-las - assim como para pedir perdão.
 





Doce Perdão
Lori Nelson Spielman
Ano: 2015
Páginas: 322
Editora: Verus 





Oie pessoal, todos bem?

Espero que estejam todos bem e com saúde.

Esta foi a minha primeira leitura de 2016 e não poderia ter começado melhor! A escrita da Lori Nelson é muito Boa! Já conhecia através do seu primeiro romance: "A Lista de Brett" e agora só serviu para ratificar o talento desta moça. Ah confira a resenha aqui, =D

Ganhei este lindo livro do meu irmãozinho do coração no final do ano passado e corri para lê-lo nos primeiros dias do ano. A capa é uma graça, muito fofa! Diagramação e fonte boa.

Voltando para o enredo de "Doce Perdão", Hannah, a protagonista, é uma jovem de 34 anos com sérios problemas de relacionamento, mas não consegue visualizá-los. Está afastada de sua mãe desde a adolescência, devido a uma situação, que não poderei detalhar, ocorrida após o divórcio dos pais.

Como a maioria dos adolescentes, Hannah, sofreu bulling na escola e recentemente a causadora dos momentos de humilhação e perseguição a procurou para desculpar-se. Mas esse pedido de perdão é bem inusitado, vem através das "Pedras do Perdão", que, basicamente, consiste em enviar 2 pedras a quem você deseja pedir perdão, se o ofendido aceitar suas desculpas, lhe devolve uma pedra e a que restou, acrescenta outra e envia para alguém que deseja reconciliar-se, formando assim o Círculo do Perdão. As pedras devem ir acompanhadas de uma carta com um genuíno pedido de desculpas.

A criadora da ideia, Fiona, é a adolescente que perseguiu Hannah na escola e resolveu desculpar-se com 35 pessoas do seu passado. As Pedras viram uma verdadeira febre em New Orleans. Nossa protagonista mantém isso tudo em segredo, pois não tem interesse algum em perdoar Fiona, até que é colocada em uma situação difícil em seu emprego de apresentadora de TV e vê-se forçada em retomar o convívio com Fiona.

Hannah namora o prefeito e vive sonhando com o momento que irão casar. Já Michael, possui outros interesses e sua maior preocupação é a sua imagem junto a sociedade.

Temos outros protagonistas que sustentam o enredo de "Doce Perdão", pois não é somente Hannah que precisa resolver questões do passado. A maioria das personagens tem "algo" para resolver, com si próprio ou com alguém. Isso tornou a leitura mais dinâmica, não existe apenas o drama da protagonista. Outros núcleos de personagens se desenvolvem juntamente com os dilemas de Farr.

A autora consegue falar de um assunto tão intenso como o perdão, de forma leve e fluida. As páginas viram sozinhas e o leitor vê-se em muitos momentos refletindo em cenas que poderiam muito bem ser reais, de tão bem construídas que são.

A protagonista amadurece ao longo da obra de forma crível, não existe um crescimento emocional da "noite para o dia", mas um desenvolvimento pessoal pautado em reflexões e resoluções de desavenças passadas.
Ao longo da obra, Lori encaixou citações de vários autores que permeiam a trajetória de Hannah. Apenas algo trouxe desconforto na leitura. A situação familiar que desenvolveu o afastamento da protagonista com sua mãe. Em um determinado momento, a autora deixa claro que mesmo que uma situação seja dúbia, o perdão deve ser concedido. Concordo que o perdão é sempre o melhor caminho, mas acredito que este ponto em específico, deveria ter sido elucidado às claras, sem ambiguidade para o leitor.

"Doce Perdão" é uma trama comovente, mas extremamente reflexiva e tocante em pontos primordiais. Um livro para ser lido e relido várias vezes. Mais do que recomendado!


Leia Mais ► ► ►

Resenha #57 "A Mais Pura Verdade" @Novo_Conceito

Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha.
Mas, em certo sentido um sentido muito importante , Mark não tem nada a ver com as outras crianças.
Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram.
Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier.Nem que seja a última coisa que ele faça.
A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável.







A Mais Pura Verdade
Nunca é tarde demais para viver a maior aventura da nossa vida
Dan Gemeinhart
Ano: 2015
Páginas: 224
Editora: Novo Conceito



Oie pessoal, todos bem?

Já tinha comentado sobre a primeira impressão que tive deste livro, podem conferir clicando aqui. Por isso vou relembrar apenas os pontos principais e focar no desenvolvimento da trama e deixar que vocês confiram o link acima, para saber um resumo mais detalhado da obra.

Mark é um menino que luta contra o câncer há anos. Têm todo o apoio dos pais, dos familiares e de sua grande amiga Jessie. Só que após o falecimento de seu avô, Mark desiste do tratamento e resolve realizar o sonho de ambos: escalar o monte Rainier.

Uma escalada nunca é fácil, imagina para um menino de 11 anos doente. É claro que isso significaria um esforço sobre humano para Mark, mas ele encontra-se decidido a enfrentar todas as intempéries.

Os capítulos são intercalados entre Mark e Jessie. Sabemos da trajetória de Mark e ao mesmo tempo como estão reagindo os pais e a própria Jess, pois a mesma fica em um dilema, já que é a única a saber dos planos do garoto.

Claro que um drama com uma criança em fase terminal foi escrito para emocionar o leitor e os mais sensíveis derramarão algumas lágrimas. Digo isto, pois não sou de chorar fácil, apesar de me emocionar e refletir bastante com a mensagem que o autor está transmitindo através do desenrolar do enredo.

Quase no final da trama, acontece uma cena que fica claramente explícita o signifaco do desenho da capa. Uma cena bem intensa, diga-se de passagem. Folhas amareladas e boa fonte.

Em suma, gostei da obra. O autor consegue, através da luta pessoal de Mark, desenvolver um enredo envolvente e interessante, sem maiores apelações ao câncer. O protagonista desenvolve várias emoções plausíveis para a situação ao qual encontra-se e leva o leitor a questionar alguns sentimentos, como amizade, fidelidade e o amor fraternal.


Leia Mais ► ► ►

Promoção: "Vamos de Férias"





Oie galerinha, todos bem?

Para retornar às atividades de 2016, nada melhor que uma promoção, não é mesmo?

Leia Mais ► ► ►
© Cantinho da Gladys - 2012. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ana Zuky.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo