Pra começar a semana bem

Olá pessoal, tudo bem?

Nos meus poucos momentos de folga, comecei a organizar a rotina do blog e pensei em como deixá-lo mais próximo dos meus gostos, afinal este é o meu "Cantinho". Então, aguardem novidades por ai!!

Tenho como hábito enviar sms, e-mail ou zapzap para meus amigos desejando uma boa semana, então resolvi trazer isso para o blog e criei a coluna "Pra começar a semana bem...", que irá ao ar sempre às segundas, apesar da semana começar aos domingos, rsrs.

Espero que gostem e comentem sobre o pensamento escolhido a cada nova postagem.


Fiquem com Deus e até a próxima!

Gladys Sena.



Plágio é crime!
Leia Mais ► ► ►

Livros lidos até Agosto/13

Oi pessoal, tudo bem?

Vamos conhecer quais foram as minhas leituras até o mês de agosto?

Foram poucas, afinal passei um período em repouso e nem consegui ler... mas graças a Deus tudo isso passou!!!!



Leituras em e-book


"O Mistério do Trem Azul"- Agatha Christie;
"Depois do funeral" - Agatha Christie;
"Cartas na Mesa" - Agatha Christie;
"Uma cama para três" - Carmen Reid;
"Verão no Lago" - Diários do Lago - Livro 1 - Susan Wiggs.


 Leituras em livros físicos:

"Vaclav & Lena" - Haley Tanner;
"Onde Mora a Esperança" - Debbie Macomber;
"Um Bom Tricô" - Debbie Macomber;
"Nas Garras da Graça" - Você Não Pode Escapar do seu Amor - Max Lucado;
"O pão da amizade" - Darien Gee.


E vocês o que andam lendo ultimamente?



Fiquem com Deus e até a próxima!


Gladys Sena.




Plágio é crime!



Leia Mais ► ► ►

Resenha #16 "Marley e Eu"


Olá pessoal, tudo bem?

Continuarei a postar as resenhas das leituras que fiz para o "Desafio Literário 2013".


Sinopse:
John e Jenny eram jovens, apaixonados e estavam começando a sua vida juntos, sem grandes preocupações, até ao momento em que levaram para casa Marley, "um bola de pêlo amarelo em forma de cachorro", que, rapidamente, se transformou num labrador enorme e encorpado de 43 quilos.

Era um cão como não havia outro nas redondezas: arrombava portas, esgadanhava paredes, babava nas visitas, comia roupa do varal alheio e abocanhava tudo a que pudesse. De nada lhe valeram os tranqüilizantes receitados pelo veterinário, nem a "escola de boas maneiras", de onde, aliás, foi expulso. Mas, acima de tudo, Marley tinha um coração puro e a sua lealdade era incondicional. Imperdível.


Esta foi a leitura do mês de março. Bem, o livro escolhido foi “Marley & Eu - A Vida e o amor ao lado do pior cão do mundo”. Já tinha vontade de lê-lo, pois assisti ao filme, acredito que a maioria também, e me emocionei bastante. Com o livro não poderia ser o contrário.


É difícil escrever sobre uma leitura que me rendeu tantas emoções, como diria Robertinho (rsrs). Marley & Eu é baseado em fatos reais, na verdade é um relato da vida de John Grogan e sua família ao lado do seu cãozinho atrapalhado Marley.


Quem assistiu ao filme sabe que Marley se metia em todas as confusões possíveis e no livro nós tomamos conhecimento, que se envolvia nas impossíveis também!


Eu imaginava que o livro focasse apenas no Marley, mas não. John nos relata de forma bem humorada e detalhada, sem ser enfadonho, como foi o início do seu relacionamento com Jenny, a compra da casa, a decisão de ter um animalzinho de estimação, as mudanças em seu bairro, o nascimento das crianças, enfim uma boa parte de sua vida pessoal e familiar.


John é jornalista, talvez por isso a sua escrita seja tão interessante e cativante. É como se lêssemos a história de um amigo, um familiar até. Ele não se apresenta como o protagonista bonzinho, sem defeitos. Pelo contrário relata seus defeitos e de sua esposa. O que nos faz sentir a veracidade na trama.


Você deve estar se perguntando, “mas o quê na vida desse cara fez com que ela se emocionasse?”. Te respondo:  a relação de amor com seu bichinho! Para pessoas, como eu, que já criamos em alguma época da vida, algum animalzinho, sabemos como eles conseguem nos amar incondicionalmente.  E Marley amava seus donos e era muito amado por eles.


Marley passou 13 anos ao lado da família Grogan e não tinha como não ser parte dela. Em algumas partes do livro, John se refere ao mesmo, como um tio mais velho dos seus filhos.


Nos últimos capítulos, quando John relata a velhice de Marley, não tem como não se emocionar. Sentimos nas páginas não só a dor de Marley, mas a de seus donos também. Quando assisti ao filme, terminei chorando e com o livro foi da mesma forma.


Meus pais sempre gostaram de criar animais, então em casa sempre tinha um gato, ou cachorro, às vezes até os dois, rsrs. As pessoas sabiam que minha mãe gostava de gatos, então quando algum morria por algum motivo, o povo se solidariza e a presenteava com outro, rs.


Mas o meu animalzinho de estimação, foi um cachorrinho, que minha mãe ganhou, só pra variar né (kkkk), marcou a minha adolescência. E lembrei-me dele várias vezes ao longo da leitura.


Assim como o meu cachorrinho, Marley, ficava triste quando a família viajava, agitado quando alguém se atrasava ao voltar para casa e etc. É incrível como eles conseguem entrar em nossas vidas e marcar de forma tão forte os anos que passam ao nosso lado.


No livro tem algumas fotos do verdadeiro Marley e ele era um fofo! Um labrador de raça 100% pura.


Ah e se você está se perguntando a razão do subtítulo: leia o livro e confira, =D






Fiquem com Deus e até a próxima!


Gladys Sena.



Plágio é crime!
Leia Mais ► ► ►

Correio #5

Oi pessoal, tudo bem?


Vamos saber o que chegou por aqui nesses últimos dias?

Como para tornar-se plus azul e ter créditos para futuras trocas é necessário enviar 2 livros, uma skoober solicitou dois livros que estavam encalhados na minha estante de trocas e assim me rendi ao plus e fiz umas troquinhas por ele, rsrs. Antes só trocava livroxlivro.

Com meus 'suados' créditos, kkkk,  consegui dois livros que desejava há tempos!!

Nas minhas andanças literárias, li uma resenha de "Um Verão Perfeito" de Luanne Rice.  A blogueira comparou a escrita da Luanne com a da Susan Wiggs que curto bastante, então não deu outra: comecei a caçá-lo no skoob desde o ano passado e agora consegui!! =D




Também consegui o segundo volume da séria 'Mitford' da Jan Karon : "Uma luz na janela" . Agora estou em busca dos demais, rsrs.



E para completar recebi uma grata surpresa: a querida Rose, do blog Fábrica dos Convites,  me enviou "Ser mãe é sorrir em parafuso". Será minha próxima leitura, ;)



Desculpem a qualidade da segunda foto, mas com uma bebê recém nascida em casa não consegui tirar outra, rsrs.


Fiquem com Deus e até a próxima!

Gladys Sena.


 


Plágio é crime!
Leia Mais ► ► ►

O primeiro mês de muitos...

Olá pessoal!

Hoje minha pequena Helena completa um mês!!!

Só posso agradecer a Deus por tamanha benção!



Fiquem com Deus e até a próxima!


Gladys Sena.



Plágio é crime!
Leia Mais ► ► ►

Resenha #15 "O Casamento" (@editoraarqueiro)


Oi pessoal, tudo na santa paz?


Estou retornando aos poucos à minha rotina literária e irei comentar sobre um livro conhecido de um autor bastante aclamado: O Casamento de Nicolas Sparks.



Sinopse: Após quase 30 anos de casamento, Wilson Lewis é obrigado a encarar uma dolorosa verdade: sua esposa, Jane, parece ter deixado de amá-lo, e ele é o único culpado disso. Viciado em trabalho, Wilson costumava passar mais tempo no escritório do que com a família. Além disso, nunca conseguiu ser romântico como o sogro era com a própria mulher. A história de amor dos pais de Jane, contada em Diário de uma paixão, sempre foi um exemplo para os filhos de como um casamento deveria ser. Diante da incapacidade do marido de expressar suas emoções, Jane começa a duvidar de que tenha feito a escolha certa ao se casar com ele. Wilson, porém, sente que seu amor pela esposa só cresceu ao longo dos anos. Agora que seu relacionamento está ameaçado, ele vai fazer o que for necessário para se tornar o homem que Jane sempre desejou que ele fosse. Em O Casamento, Nicholas Sparks faz os leitores relembrarem a alegria de se apaixonar e o desafio de se manterem apaixonados.

Temos um casal, Wilson e Jane, que já vivem há 29 anos juntos e Wilson, simplesmente, esquece a data do aniversário de casamento. Para Jane que foi criada pelo super romântico Noah de “Diário de uma paixão”, isso é quase inconcebível, o que abala as estruturas do seu relacionamento e da relação familiar de Wilson com os filhos.

Diante dessa crise conjugal e familiar, Wilson resolve pedir conselhos ao seu velho sogro. Ao contrário do filme, onde Allie e Noah morrem juntos, no livro temos a continuação da vida de Noah, após a morte de sua amada Allie. O mesmo reside em um lar para idosos e recebe a visita constante de seus familiares, entre eles o genro. Entre uma visita e outra Noah, sutilmente tenta ajudar Wilson a recuperar a esposa em um projeto que levará um ano para ser realizado.

Li poucos livros do Sparks, se não me engano acho que este foi o terceiro, apesar de ter outros na estante. A trama é narrada por Wilson, temos apenas a sua visão da história, o que me incomoda um pouco, prefiro tramas que nos apresentam o ponto de vista de mais de um personagem, mas você conseguirá acompanhar o desenrolar dos fatos numa boa.

Além da saga de Wilson em reconquistar a esposa temos, a melancólica viuvez de Noah. O que faz os médicos afirmarem que o mesmo sofre de alucinações, por afirmar que o cisne que mora no lago do asilo é a sua amada esposa que retornou para lhe fazer companhia.

Será que Wilson conseguirá reacender a chama do seu casamento? Conseguirá se aproximar dos filhos como nunca conseguiu antes, devido ao seu fanatismo pelo trabalho? E o mistério em torno do cisne, será desvendado? Bem, isso você só saberá lendo a trama, ;)

Abaixo temos a capa original e agora após a leitura entendo a razão da mesma ter cisnes.




Fiquem com Deus e até a próxima!


Gladys Sena.




Plágio é crime!




Leia Mais ► ► ►

Cantinho das Capas #10

Oi pessoal!

Como estão? Aproveitando bem o final de semana? 
O meu será em meio a fraldas e muito, muito carinho na filhota, rsrs.

Bem, este livro separei para ler em janeiro, mas não deu... enfim, vamos conhecer as capas do livro "Aquele Verão" de Sarah Dessen.

Quando escolhi essa leitura ainda não conhecia a escrita da autora, mas já tinha lido muitos elogios. Apesar de já ter lido que este não é o seu melhor livro, mas é o que eu tenho, então não o lerei com muitas expectativas, haha.

Agora vamos as capas! ;)



A capa original passa mais a sensação de férias divertidas, afinal tem uma garota fazendo 'estrelinha', está mais clean com a cor do céu e do mar bem parecidas. Já a brasileira tem só a 'cara' de verão e mais nada, achava melhor se tivessem focado mais no horizonte do que na areia.

Como ainda não o li, não sei qual combina mais com a trama. E vocês o que acham? Já leram essa trama? Gostaram de alguma capa?



Fiquem com Deus e até a próxima!

Gladys Sena.

 


Plágio é crime!
Leia Mais ► ► ►
Bom dia pessoal, tudo bem?

Quem gosta de marcadores levanta a mão, 0/

A editora Novo Conceito está enviando gratuitamente. Os marcadores serão enviados por ordem de chegada da solicitação.

Quer ganhar? Clique aqui


Fiquem com Deus e até a próxima!

Gladys Sena.



Plágio é crime!
Leia Mais ► ► ►

Aviso sobre ausência

Olá pessoal, quanto tempo não é mesmo?

Bem, precisei ficar longe da blogosfera por um tempo, pois tive uns contratempos em minha gestação e foi necessário ficar um tempo em repouso. 

Graças a Deus minha filhota já nasceu, está com saúde e eu estou me adaptando à esta nova fase da minha vida.

Por hora não penso em "fechar" o blog, mas tentarei postar algo, pelo menos uma vez por semana. Vamos ver se consigo...




Fiquem com Deus e até a próxima!

Gladys Sena.



Plágio é crime!
Leia Mais ► ► ►

Resultado "Promoção 5 anos do blog Fábrica dos Convites"

Cada blog é responsável unicamente pelo envio de seu prêmio, não se responsabilizando por extravios e/ou danos causados durante a entrega.

Os blogs tem o prazo de 60 dias para enviarem os prêmios.


a Rafflecopter giveaway


Fiquem com Deus e até a próxima!


Gladys Sena.





Plágio é crime!
Leia Mais ► ► ►
© Cantinho da Gladys - 2012. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ana Zuky.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo